domingo, julho 11, 2010

Firme e forte!

Pessoas, como estão??

Saí dos famigerados 70 e poucos kilos, entrei nos sessenta e muitos, mas ainda assim, uma super-mega-vitória. 67 kg essa semana!! Há anos que não chegava aqui. Para isso, são necessários alguns passos.

Primeiro, pensar antes de comer qualquer coisa. Parece idiota, mas não é. Gordo come, depois pensa. Magro pensa. E não come. Tendeu?

Segundo: Passar fome. No way. Se deixar, gordo come até vomitar. Fome é maravilhoso. É algo que te diz que vc vai chegar lá!

Bom tem também as muletas: passo número três: boletas. Mas esse eu não recomendo. Se vc não guarda no peito um monstro do lago Ness que acorda urrando ao sentir cheiro de chocolate, passe longe das boletas. Mas de vc é como eu, é melhor dopar o bicho para vc conseguir seguir adiante sem devorar o mundo.

Lógico, boletas tem efeitos colaterais. Um deles é te deixar ainda mais idiota do que vc já é. No meu caso... bom , acho que não foi muito significativo... Acho que complica se vc ficar loira no processo. Clarear demais o cabelo causa problemas sérios e combinar isso com bolinhas pode ocasionar uns entraves como trancar as chaves de um camarim dentro dele, pedir desculpas por deixar a luz do celular acesa (e descarregar a própria bateria) ou falar obrigada quando alguém espirrar. Ah, também errar o caminho de casa de noite e pegar uma estrada (!) muuuito estranha... Bom, normal. Coisas da vida. Bem, de uma vida meio pink floyd, toda em blue e bubbles, por assim dizer. O que importa é emagrecer. E se for para o hospício, ser uma louca magra, ora bolas.

No mais, passo número quatro: contar calorias. Mesmo meio aterrorizante, como a Mistycous falou, mas funciona. Faz vc pensar seriamente em comer uma colher de maionese e ver a desgraça que isso causa na sua dieta... opu um mísero pastelzinho, que vale mais que um prato de legumes cozidos ou uma Ana Maria (o bolinho, não a mulher, please...) que vale mais que um copo de suco, pão, queijo branco, fruta...

Vou tentar escrever mais!

***

Séries:

True Blood está de volta!!!! E está ótima, deliciosa, imperdível!!!

e descobri essa semana uma série que me apaixonei: "Being Human"

Um vampiro, um lobisomen e uma fantasma dividem um apê em Londres. Apesar da sinopse estranha para burro, é uma série muito sensível, drama meio comédia, que trata dessa dificuldade em ser humano... mesmo sendo monstro. Em um capítulo já estamos realmente nos importando com os personagens e seus problemas. E bem, como não é americano (é inglês), não tem o formatão batata-frita e coca de sempre, mas sim é algo novo, interessante e com personagens cativantes e problemas plausíveis. Uma série sensível, interessante, engraçada e lógico, fantástica, com monstros que amamos. Vale a pena.

Foram duas temporadas. Os autores estão escrevendo a terceira.