domingo, março 29, 2009

Fim-de-semana...

Pausa para filofoffiiia de butequim:

Essa vida é uma grande piada (de humor negro, lógico).
Ou você ri dela
ou ela ri de você...

Por lo tanto, chega de deprê e vamos rir da bendita.

Amanhã recomeço minha dieta direitinho, com direito a exercícios e remédios. Vou marcar retorno no médico, vou marcar também retorno na dermatologista (minhas espinhas estão voltando!), vou marcar dentista e fazer clareamento dentário (tô com uns dentões amarelões que vou te falar viu... séculos e séculos de café (muuuuito café) deixaram seus rastros...).

Quanto à dieta, vou fazer um mix do que eu li nos outros blogs: Meta e Foco (que a Flavinha colocou no último post - que aliás eu concordo 100%: vencer a si mesmo é o maior desafio!) e reprogramação mental que a Vania sugeriu em 28 dias.

Amanhã eu posto aqui como foi. Afinal, tempo agora tenho de sobra. E é a última semana para fazer coisas que quero fazer e nunca posso...

***
Senhas, para que tê-las?? Mas se não tê-las, como sabê-las????
Pessoas, estou aqui muitcho putcha com esse negócio de senhas... será que só eu tenho problemas com senhas neste mundo?? Por que cargas d'água temos que decorar 6 senhas diferentes para cada banco?? uma para o caixa eletrônio + 1 de confirmação + uma de letras + uma para atendimento telefônico + uma de 8 dígitos + um de 6 digítos... fora todas as MILHÕES de senhas na internet, nos sistemas no trabalho, no outlook, nos e-mails, no celular, sei lá, em todo lugar!!! Aí vc faz aqueles cursos de Segurança da Informação e os caras (nerds, lógico) te explicam que vc nunca pode colocar senhas que possam estar ligadas à vc (o que vou pôr??? pipa?? geladeira?? samambaia???), nem pode anotar as senhas em lugar nenhum (????), nem pode falar sobre as senhas, aliás, nem saber sobre elas!! Você tem que lê-las com os olhos fechados e de noite, para que nenhum gatuno passe por cima dos seus ombros e leia a senha diretamente de seu córtex!!! Ave César!!! E pior, te mandam criar senhas do tipo 8sTy@.0874OhTzx que alguém neste planeta (talvez o Stephen Hawking) acredita que seu cérebro tem capacidade de gravar um treco desses!! Cara, no dia que eu gravar uma senha dessas eu esqueço como se faz para andar para frente! Ou é um, ou é outro!
Bem, estou numa enrascada, pois meu banco tem 20 milhões de senhas diferentes e existe uma (sim, existe uma e eu sei que ela existe e isso já é um milagre) que é a senha que eu tenho que saber se eu quiser desbloquear cartões de crédito (por que não pode ser a mesma que eu uso para sacar dinheiro???). O meu cartão vai vencer esse mês e não tenho a menor idéia de onde anotei a maldita (sim, eu anotei, será que vão me mandar para a guilhotina?? pois saber todas as 300 milhões de senhas que eu tenho nesta minha pequena existência é coisa para Einstein)... então... estou fu....

***

No mais, vcs sabem que sou uma mulher bem-resolvida, desencanada, que quer ser mãe, esclarecida, inteligente, que pode discutir sobre praticamente qualquer assunto (menos física quântica, química e ultimamente geografia...), mas que, bom vcs sabem, curte também histórias em quadrinhos, vampiros, bruxas e outras coisas do gênero né? Pois é... todo mundo tem seu lado negro da força...

Mas vamos lá, assisti hoje WATCHMEN. Gostei. Mas não sei se pessoas que não gostam de quadrinhos venham a gostar deste filme, mas eu gostei. Achei o visual muito quadrinhos, quero dizer, os X-Men se vestiram de preto quando foram para o cinema (vocês já devem ter visto o Wolverine de amarelo e azul, né? pois é, imaginem um cara saindo na rua com aquilo... muito estranho...), mas em geral gostei do filme. Mas tirem as crianças pequenas da sala, pois ele é mais violento, tem nu e um pouco de secsúùù... portanto, apenas para adultos... Quer dizer, adultos não muito adultos, pois adultos de verdade acho que não gostam de quadrinhos, gostam??? rsrs sei lá, eu gosto...



***

No mais, até amanhã!

Magrita, bom te ler de novo!! Volte sempre à brogsféra, girl...

sexta-feira, março 27, 2009

Férias ainda...

Não voltei ontem para a net, acabei voltando só hoje...

Naõ tenho muito a falar, só que a dieta é difícil de levar estando em casa. À noite em geral eu surto e começo a atacar a geladeira e armários.
Tive uma mega-infecção urinária - comecei a fazer xixi com sangue no sábado - e tive que tomar um monte de antibióticos e então parei com o remédio de emagrecer. Hoje voltei a tomar, vamos ver se volto a emagrecer. Preciso voltar ao médico e imediatamente voltar para a academia. Estou me sentindo um saco de batatas. Aliás, um de laranjas, assim a celulite pode ser devidamente representada...

Estou mega-deprê. Por que será que a vida da gente não vai para onde a gente acha que ela deveria ir? Ou onde gostaríamos que ela fosse? A moça que "leu minha mão" ao fazer a análise para a acupuntura (não atirem! ela não leu minha mão literalmente, fez análises blás de energias blás de Ying e Yang etc....) me disse que em minha vida eu consigo o que eu quero, mas só depois de muito esforço e persistência de minha parte. Então, estava pensando... Não daria para de vez em quando dar uma facilitada para variar?? Só um pouquinho? Só para variar?? Estou meio Tereza Batista, cansei de guerra, sabe? Não quero ser mais o soldado a brigar as batalhas perdidas, a lutar por causas perdidas... estou cansada.

Outra coisa: estou me sentindo como se tivesse uns 60 anos. Não consigo me enxergar diferente disso - é como se eu estivesse esperando para conhecer os netos, sendo que ainda não tive nem os filhos! É como se tudo fosse muito tarde, como se fosse tarde demais para qualquer coisa, como se eu estivesse apenas esperando pela morte. Não, não estou depressiva com isso, só parece que os anos passaram como horas e os anos que ainda faltam no final somarão mais alguns meses, então, não dá para fazer muitas grandes coisas com isso... mas ok, deixa para lá.

***

Li "Não toque no gato" da Mary Stewart. A amigona Mistycous indicou. Interessante. É um suspense, sem mortes como nos suspenses a là Agatha Christie. Quando eu lia Agatha Christie costumava adivinhar os assassinos nas primeiras páginas... Assim como adivinhava os planos nos livros do Sidney Sheldon e as reações das personagens. Então com o tempo esses livros ficaram sem graça, pois eu já sabia de antemão o que iria acontecer. Mas nesse livro (Não toque no gato) a autora conseguiu me enganar, o que já fez valer a leitura toda. Ao contrário do normal, nele os mocinhos são mocinhos e os vilões são vilões mesmo, sem twists no final. E o mistério é um mistério normal, nada mega-ultra-blaster-interplanetário, tipo Dan Brown, sabe? É uma coisa possível, portanto interessante...
Estou com as Brumas parado no 3º livro: Gamo-Rei. Comecei o "Vendedor de Sonhos", mas estou com um pressentimento de que é auto-ajuda e eu ODEIO auto-ajuda. Abomino. Então parei os dois para ler esse do Gato. Mas já acabei, estou rodeando as estantes para ver o que vou ler agora...

***

Assisti:
"Quem quer ser Milionário". Não gostei. Achei Sessão da Tarde. Mega comercial. Não sei por que tanto barulho em cima...Pelo menos o "Zé Pequeno" (acho que vcs já ouviram falar que tem um personagem igual ao Zé Pequeno do Cidade de Deus, né?) deles tem a decência de ser um fdp desde pequeno, sem essa coisa facista-brasileira-esquerdista de dizer que o cara é assim por que a zelite obrigou...

"Vicky Cristina Barcelona" - é a cara do Woody Allen. Uma confusão, uns personagens estranhos numa trama estranha. É interessante. Acho que o que o Woody Allen faz de melhor é mostrar neuróticos crônicos virando em volta de suas neuras. E atuação da Penélope Cruz está OK, mas gostei mais dela em Volver - que aliás é um filme muito melhor...

"O leitor" - até a metade do filme é um tal de ver a Kate Winsley pelada que chega a dar nos nervos. E até a metade vc começa a se perguntar por que diabos está perdendo tempo em assistir aquilo... Depois a história vira, começa o julgamento dela por ter trabalhado em Auschwitz e outros campos de concentração e então começa a parte interessante. O romance de base serve para mostrar quem ela era, personalidade, preferências, etc. É um filme bom, pois faz pensar é até que ponto os guardas dos campos de concentração eram os assassinos ou eram os empregados... e se não obedecessem, o que aconteceria? Ou faziam isso por conivência? O cara que liga a cadeira elétrica é o assassino do condenado ou é apenas a mão do Estado obedecendo ordens? É um filme bom, pois faz pensar.

"Se eu fosse você 2" - um dos raríssimos filmes brasileiros que prestam. Não é maravilhoso, mas deu para assistir e até dar umas risadas, e olha que até hoje só consegui suportar assistir "Tropa de Elite", "O quatrilho" e... bom, tem mais um que não consigo lembrar o nome... mas esquece. Nem o "Se eu fosse você 1" eu consegui assistir até o fim.

"Viagem ao centro da ter..." - esse nem acabei de assistir. Ruim demais.

Que mais???

Resumindo:

Dieta: -5
Filmes: +5
Livros: +3
Vida: -11
Perspectivas: -125
Auto-estima: 0
Amor-próprio: -30
Rotina: -50

Volto amanhã para escrever mais...

bjs

quinta-feira, março 26, 2009

Férias...

Sabem, férias é tudo o que vc quer o ano todo, até que elas chegam e vc fica se perguntando: por que é mesmo que eu queria isso???
Mas ok, estamos em férias. Fazer o quê... (não, por favor, não me matem...)
Tenho manicure daqui a 15 minutos, então, vou escrever rapidinho e mais tarde passo para ler os blogs e escrever mais, ok??
Estava lendo a desciclopedia... vcs conhecem??? E uma paródia da Wikipedia. Bobice adolescente, mas muito engraçado... Seguem alguns links para vcs lerem:

Padre Quevedo:
http://desciclo.pedia.ws/wiki/Padre_Quevedo

Capitão Nascimento:
http://desciclo.pedia.ws/wiki/Capit%C3%A3o_Nascimento

Edward Cullen:
http://desciclo.pedia.ws/wiki/Edward_Cullen

E cliquem nos comentários e personagens (Mummm-rá, número 42, etc...) só sai besteira...

Legal, vale a pena.

Beijos e até mais tarde.

sexta-feira, março 20, 2009

de passagem... rapidin...

... Meow... com uma mãe dessas...
...quem precisa da carrocinha???


Como faz muito tempo que não escrevo, vou dividir por tópicos:



Pintos de chocolate:

Girls, tentando atender a pedidos procurei pelas fotos dos pintos de chocolate, mas parece-me que alguma gorda-tarada deve te-las devorado (terei sido eu? oh céus, talvez sonâmbula numa madrugada estranha fedendo a vodka?? nãããooo (acho) aquela não era eu...). Quando eu achar as fotos, juro que posto aqui. Ficaram fofos: morenos, mulatos e branquinhos, e como sabiamente falou a Flavinha, com inúmeras outras vantagens...



Dieta:



No mais, a dieta vai mais ou menos, como sempre vão as dietas que eu faço - quando eu faço. Entenderam? Não? Bem, não estou pensando em comida, então, quando me dá fome eu como e conseguentemente cheguei aos 70kg (YÉÉÉÉÉÉSSSSSSS!!!) e bem, espero emagrecer mais uns 5 kilos nas minhas férias - ah! sim! esqueci de falar: estou em férias!!! dormindo até, comendo nada, jogando joguinhos no computador (Sim City, lembram?? mas em uma tarde comecei e terminei uma cidade e ganhei uma tremenda dor nos pulsos, então, não vou jogar mais...) e por aqui... lendo, gastando dinheiro e assistindo tv. Tem vida melhor??



Tributo às férias....



Férias... férias são boas. Mas só nos primeiros 2 dias né? Sou workaholic total, nas minhas últimas férias meu marido chegou em casa no meu primeiro dia de descanso e perguntou:

-E aí? Como estão as férias?
-Horríveis, quero voltar a trabalhar!


Mas desta vez estou trabalhando o fato de que minhas férias vão passar tão rápido quanto passaram esses 3 primeiros meses de 2009. Sabem, se um esquimó me parasse hoje e perguntasse que dia deveria ser hoje (e lógico, como estou perdida no gelo não tenho relógio, google, outlook, calendário...) eu diria pelas minhas sensações e lembranças desde a queima de fogos em Bonito-MS no dia 31/12 que... (pausa para contar nos dedinhos...hummm....) hoje deveria ser... aproximadamente... dia 08 de janeiro, mais ou menos... E com certeza ele iria concordar, pois alguém acredita que passou mais do que uma semana de 2009??? E por favor, se vc tem mais do que 8 dias de lembrança de 2009 por favor me conte quais, pois eu JURO que estão me faltando dias no calendário (ou memórias na cabeça!). Mas ok, estou fugindo do assunto...


Esses 20 dias vão sumir. Então, apesar de hoje ter resolvido todos os problemas que me assolavam em relação ao enxoval da minha casa (que já estava degringolando! passei o dia comprando toalhas, lençóis, edredons, etc.), eu ainda tenho 23 livros na estante da época da Grande Compulsão por livros (que me assolou nos últimos meses) e que com certeza não vou conseguir ler em 20 dias, aliás, em 16 dias - hoje já é quinta! Isso sem contar os dois últimos livros das Brumas de Avalon, pois até agora só li "A senhora da Magia" e a "Grande Rainha". Comecei agora o "Gamo Rei" e ainda falta o "Prisioneiro da Árvore". Mas vou dar um tempo, ler outras coisas (será que vou conseguir?) e depois voltar para esse.


Mas ok, conforme disse a menina que me avaliou psicopedagogicossomaticamente na minha entrevista para fazer Acupuntura, não sou uma pessoa ansiosa. Devo chamar essa coisa esquisita que sinto como ansiedade, mas ela falou que é outra coisa. Bom uma já descobri (faz tempo) sou workaholic. A outra, bom, a outra eu não sei. Se eu não estiver fazendo 30 coisas ao mesmo tempo me sinto um ser inútil e desprezível (e em geral gorda, feia e cheia de celulite, mas isso é outra coisa). Sei lá o nome que se dá a isso...



Pós



Ah!! Comecei as aulas na Pós... Mas sabem, vou contar em outro post, ninguém tem saco para posts muito longos...



Bjs e boa sexta-feira! (ahhhh!! por favor gravem a sexta-feira em DVD, assim eu juro que vou acreditar que o dia existiu e poderei contabilizá-lo como sendo dia 09 de janeiro!!)

(ai meu Deus... será a Anfepramona??)

A foto??? Eu tinha que colocar aqui... chorei de rir da cara do gato!!

domingo, março 08, 2009

Chá-de-cozinha

Ontem foi o chá-de-cozinha. Vou contar o que fizemos:
Fui a um sex shop (que não tinha muitas opções), os pipis de chocolates custavam muito caro: 40,00 cada um, então comprei forminhas e fiz em casa. Fiquei na sexta-feira até as 02h30 fazendo isso, e sabem, nunca vi tantos na minha vida!!!!
Fiz pretos, brancos e misturei os dois chocolates para fazer uns morenos... assim tinha para todos os gostos...rsrsrs

Fiz uns grandes recheados de leite condensado, também brancos, pretos e café-com-leite.
Fora isso levamos um milhão de coisas para fazer batidas, e fizemos as mulheres beberem um monte. Aí, lá pelas tantas, fizemos uma surpreza para o pessoal: contratamos uma DRAG QUEEN.
Olha, fazia um século que eu não ria tanto!! Rimos de chorar. Ela fez piada com o casamento, sacaneou a noiva, falou besteira, enfim, fez todo mundo rir de doer o maxilar. Foi super-legal! Valeu.
Cada uma que chegava recebia uma flor: se falasse algumas palavras bem comuns (nome da noiva, casamento etc.) perdia a flor e pagava um castigo: fazer uma batida e ir para o "Canto Secreto". Montei o canto secreto numa casinha de boneca que tinha ao lado do salão, e pelo caminho espalhei os cartazes a abaixo:



Um monte desses, com fotos de gogo boys além dos atores aí de cima, até que quando a pessoa chegava lá e encontrava um cartaz em que estava escrito que sentia desapontá-las, mas o que tinha lá era um caderno de recordações... Para elas escreverem algo para a noiva guardar. E foi bem legal...

***

No mais: a dieta está indo bem: já emagreci 7 kilos. Estou com 71kg. Tá certo que ontem me matei de tomar batidas cheias de leite condensado e chocolate. Mas amanhã vou pegar pesado, pois no sábado tenho um casamento para ir e o vestido que eu comprei é de elastex atrás, mas está esticadérrimo, então, vou ver se consigo emagrecer uns 2 kilos essa semana para ficar menos vergonhoso...

Essa semana volto à academia - depois de ficar duas semanas sem ir, essa semana eu volto sem dúvida!! Estava gostando. Já estou toda molenga e cheia de celulite de novo...

***

Leitura e filmes:

Continuo lendo as Brumas - preciso urgentemente aprender a fazer leitura dinâmica!! - devo ter uns 18 livros me aguardando nas prateleiras, vcs acreditam? E esses dias com organização de chá e tudo, não deu tempo de ler nada...

Filmes:

Vi "O Orfanato" do Guilhermo Del Toro. Terror.
É de um menino que encontra um amigo imaginário que vai até sua casa. Esse amigo imaginário morreu preso em uma caverna por que outras crianças o obrigaram a ir até lá, tiraram a mascara que ele usava e que escondia seu rosto deformado. Por medo de sair da caverna ele acabou morrendo afogado quando a maré subiu. O menino (real) o encontra na caverna e coloca conchinhas no caminho para o amiguinho segui-lo. E então o imaginário/fantasma começa com umas brincadeiras de procurar/encontrar coisas na casa do garoto - o que ele mostra para o menino nesta brincadeira é que ele é adotado e isso gera um mal-estar para a família que não havia contado ainda, nem que ele era doente e precisava tomar remédios para sempre.
Depois o menino desaparece e as brincadeiras recomeçam - mas a mãe demora meses até perceber que as brincadeiras estavam acontecendo e começar a ir atrás das pistas...
É bom e triste. Cruel, até. Mesmo assim gostei e recomendo.

Vi também "O Libertino"com o Johnny Depp. Não gostei.

Vi mais alguns, mas acho que não gostei, pois não lembro nem para criticar... rsrsrs

***

No mais, amanhã é a primeira aula da pós. Vamos ver como vai ser (não li nada que estava no CD ainda...)

quinta-feira, março 05, 2009

Para rir...

Então, caí... de novo. De 4. No chão (não!! no teto!!! dãããã...). Na frente da empresa inteira. Ridículo. O diretor que me deu a mão para levantar. Pior ainda.

Mas sabem, já tive tombos mega-piores... vou contar alguns, ok??

Ranking dos piores tombos de todos os tempos:

1 - Efeito Dominó:
Estava eu no Banco, lotado, às 16h30. Paguei as contas da empresa em que eu trabalhava, saí da fila olhando os boletos e não encontrei em um deles a autenticação. Enfiei o boleto na fuça e fiquei procurando atentamente a autenticação enquanto caminhava para a saída do banco. Então... BAM! Bati de cara em alguma coisa e Plá, fui para frente junto com o objeto... Era um big painel de expor quadros que tombou com o meu peso...e bem... BAM!, bateu no próximo painel e para meu total terror... BAM! bateu e derrubou também o próximo, num efeito dominó aparvalhante!!!
Quando todos caíram, fiquei eu, de 4 em cima de 3 painéis de madeira tombados no chão, pedaços de molduras dos quadros que estavam em exposição espalhados, quadros para todos os lados, um segurança branco feito papel e de boca aberta na minha frente (depois ele me falou que subiu as escadas desesperado, pois achou que tinham explodido uma bomba no banco!) e bem, umas 200 pessoas dando risada atrás de mim...

Não preciso dizer que no outro dia subornei meu colega de trabalho para voltar ao banco no meu lugar, né? E bem, tive que fazer isso o resto da semana também...

2 - Tombo das escadas (desse eu tenho vários, mas hoje só vou contar um):
Estava eu e uma colega saindo do trabalho (de outra empresa), quando começou a chover. Não levei sombrinha, então peguei carona com ela. Aí, na frente das escadarias que dariam no pátio, e em frente para todos os ônibus que estavam parados esperando os últimos funcionários, tropecei quando pisei no primeiro degrau...
Como eu havia enganchado no braço dela, puxei a coitada para cair comigo...e então formou-se uma cena de filme noir: uma mulher despencando escada abaixo bem devagar, como se estivesse em câmara lenta, degrau por degrau, meio em pé, meio ajoelhada, enganchada numa segunda mulher com a sombrinha levantada lá em cima, tentando se equilibrar, mas caindo no mesmo ritmo da anterior... assim... por vários e vários degraus... até que as duas chegaram no último degrau da escada e kátshpáááá (gostaram do barulho?), se estatelam numa mega-poça d´água no pé da escada. Sombrinha para um lado, mulheres para o outro. E bem, todos os funcionários assistindo de dentro dos ônibus em frente, com os narizes colados no vidro...

3 - Tombo no CPD:
Entrei furibunda no CPD: a rede do meu chefe não estava funcionando! O rapaz me atendeu calmamente, falei para ele que precisava que isso voltasse a funcionar rápido, pois eles tinham um monte de coisas para resolver e...
dei um passo para trás.
Eu estava num piso elevado.
Atrás tinha um degrau.
Num último ato de desespero ante a morte eminente, puxei os cabos do servidor para me segurar...
Melhor não contar o fim da história...

Chega.
Podem rir. Eu choro de rir cada vez que lembro disso...

E bem, isso me fez lembrar o que meu pai me disse esses dias, quando eu expliquei para ele que eu tinha medo de palhaço (sim, tenho medo de palhaço. Também pode rir disso... estou me sentindo com bolinha vermelha no nariz e tudo hoje...):
- se vc não pode confiar num palhaço, em quem vai confiar??

Agora desafio vocês a contarem seus tombos também, pois não é possível que só eu neste planeta seja esse caos do equilíbrio...

terça-feira, março 03, 2009

Pós

Me inscrevi no curso de Pós em Psicanálise. Não, pessoal, não sou psicóloga. Sou Administradora de Empresas. Sim, e provavelmente louca...
afinal, fazer um curso que não tem absolutamente nada a ver com sua área de atuação não tem muito sentido... mas sabem, é uma coisa que sempre quis fazer e acho que será bem interessante.
Estou precisando estudar alguma coisa, aprender algo mais importante, sabem?
fui lá, fiz entrevista com o coordenador do curso, tirei algumas dúvidas (criei outras trocentas) e tentei me fazer de inteligentóide para o coordenador, afinal, já é estranho o suficiente um alienígena se matricular em um curso que não tem nenhum relacionamento com a vida do ser em questão, só faltava dar mais dar uma de bocó, tipo: "não senhor não sei quem é freud, não...". Então, aumentei minhas investidas nesta área (eu adorava isso na adolescência, me divertia com Jung, gostava de ler as teorias de Freud, mas não passou muito disso não...) e passei na entrevista.

Bem, sei que tudo estava indo muito bem quando meu marido resolveu me sacanear... Sei que estava eu lá me matriculando ao lado do coordenador e da secretária, quando ela me vendeu um CD com as obras completas de Freud. O coordenador me perguntou se eu gostava de ler, respondi:

- sim, adoro! (na maior das poses).
-Então vc vai ter aqui 23 livros do Freud para ler!
E meu marido:
-Puxa, assim quem sabe agora ela pára de ler Harry Potter e Crepúsculo!

Que merda. Fiquei fula. Falei que ele me destruiu na frente do cara... rsrsrs Ele me disse que a verdade dói mesmo, fazer o quê... ai que raiva... rsrsrs

Portanto, na segunda o cara já vai me olhar com cara de alienígena que ainda por cima curte livro infantil...

***

No mais, estou na correria preparando o chá de cozinha... e trabalhando feito uma doida...

***

Ah!! Estou super-emocionada da Carrie ter me citado no blog dela... Estou me sentindo!! rsrs
O blog dela foi minha inspiração para criar esses blogs aqui e se vcs querem dar umas boas risadas e ainda aprender um bocado sobre um monte coisas, passem por lá, é um dos melhores blogs que eu já li...

domingo, março 01, 2009

Chega deste blog continuar a prestar esse servicinho de terceiro mundo e de baixíssimo teor cultural... Abaixo aos filmes róliudianos e aos beste sélers de plantão!! (ok, ok, só depois que eu acabar as Brumas de Avalon... estou no segundo livro: a Grande Rainha e estou amaaaandoooo! quando li ainda era adolescente e não me lembrava muito bem da história... agora estou tentando convencer minha mãe a pôr o nome da gatinha dela de Morgana, não é um lindo nome?).

Pegamos alguns filmes europeus para ver nesse final de semana... (só por isso já estou me achando!!!! rsrsrrsrs mas gente, qualquer coisa é melhor que filme americano! Não agüento mais! São todos iguais, sempre as mesmas músicas clássicas para dar ênfase aos momentos emocionantes, é sempre uma crescente na história, até que no final a pessoa percebe o verdadeiro significado do que estava fazendo, mas aí tudo está perdido e a pessoa chora olhando a chuva que bate contra a vidraça ou caminha pelas calçadas escuras de Nova Yorque... aí no último momento tudo muda, a situação se inverte (este é o momento para o bandido virar mocinho, para a moça correr ao encontro do mocinho com suas belas pernas aparecendo e tetas balangando, ou o mocinho tascar um beijo na amiga, ou a esposa abraçar o cachorro e derramar lágrimas pela redescoberta do amor por aquele calhorda-gorducho-beberrão do marido, ou a menina desgrenhada-desarrumada-feiosa virar princesa de contos-de-fadas... enfim, aquela chatice padrão, abundantemente regada a música instrumental bem alta para os zóinhos se avermelharem e as mãos serem seguradas mais fortemente no cinema... é a hora das frases de efeito: -Ninguém valoriza o que há de melhor nesta terra! (com a bandeira americana no fundo) etc...)

Mas vamos voltar ao planeta Terra que eu já estou me perdendo... Vamos aos filmes que assistimos:




"A Onda" (Die Welle) - Alemão.

Mostra um experimento em classe estudando a autocracia (o filme é baseado em fatos reais relatados no The Third Wave, de Ron Jones). O professor aplica os princípios básicos do facismo, da ditadura, do espírito dos "companheiros" na classe. E então todo o filme se passa durante uma semana de experimento, em que o grupo absorve a teoria (muitos deles sem perceber, alguns como se fosse um jogo e apenas umas raras excessões percebem o experimento acontecendo) e o experimento foge ao controle totalmente... Interessante ver as alterações até no professor, que no início do filme pretendia fazer apenas um jogo e acaba imerso no papel que começou a interpretar de líder, de conselheiro, de suporte... ele aos poucos começa a gostar deste poder repentino (quem não gosta? quem não almeja ser o líder, o cérebro, o guia? quem não se embriaga com isso?) e as ações dos alunos, que claramente encontram o sentido de grupo, de unidade, de comunidade, de "companheirismo"...
Nos fala um pouco sobre aquela famosa dúvida que temos de que como um líder como o Hittler conseguiu fazer com que o Holocausto acontecesse... Como Stálin conseguiu fazer o que fez? Como uma única pessoa interage na consciência de milhares e faz com que elas façam o que jamais fariam? Por que as pessoas fazem algo que vai contra seus principios mais básicos somente por que tem alguém o liderando a fazer isso??

Não, o filme não responde a pergunta, óbvio, mas mostra um pouco por que isso acontece... E mostra que aconteceria de novo, em qualquer lugar, com qualquer tipo de pessoa, da mesma forma...

Um filme bom, incômodo. Recomendo.






Deixe ela entrar - Sueco (Let the right one in) (vocês não queriam que eu escrevesse o título em sueco, né??rsrs)

Filme de vampiros. Como amooooo vampiros, não podia perder esse. Interessante por que os últimos vampiros do cinema/livros foram ficando humanos demais, as características se perdendo (quem ainda se lembra que um vampiro não pode entrar em uma casa sem ser convidado? o que é queimado pelo sol? ou que ele é um caçador de humanos? e que não, eles não são lindos-glamurosos-deliciosos e irresistíveis, mas sim são humanos estranhos, esquisitos, vivem sujos de sangue e se comportam como animais...)

Bem, mas vamos lá: o filme é sobre uma menina-vampira, de 12 anos, e da amizade que ela desenvolve por um menino também de 12 anos, que apanha um bocado na escola. E bem, se desenvolve aí o primeiro amor dos dois (meio Crepúsculo, ok, eu concordo), mas é aquele amor meio esquisito, meio torto, meio errado da adolescência e é ainda um filme de terror, então, as mortes acontecem e as conseqüencias das mortes aparecem também (o que é meio esquecido em filmes de terror), apesar de não ser um terror aberto, com sangue e mortes a toda hora . É um filme até meio parado, meio devagar. Mas é bom. Traz um pouquinho os vampiros mais originais de volta. Interessante.
***
O Chá-de-Bebê foi hoje, não fiz nada de brincadeiras, apenas comprei um álbum do bebê, cortei papéis-cartão coloridos dos tamanhos dos envelopes para pôr fotos, colei uns desenhinhos e adesivos nos papéis, enfiei tudo detro de uma caixa de papelão + um monte de canetas coloridas e coloquei na tampa: "Caixa Misteriosa! Atenção, só abra quando estiver sozinha" e então cada uma pegava a caixa e ia para o quarto para ver o que tinha dentro. E dentro tinha um texto pedindo para elas pegarem um daqueles papéis e escreverem uma mensagem de boas-vindas para o bebê ou uma mensagem bonita para a mãe, assim quando ele crescer poderá ver entre as fotos dele um monte de mensagens positivas para ele, de que muitas pessoas se alegraram e desejaram para ele boas coisas, mesmo antes dele nascer.
Cada uma escrevia e entregava a caixa para outra pessoa. Aí no fim eu levei a caixa para fora e pedi para a mãe escrever uma mensagem para o filho no papel que havia sido deixado no quarto. Aí entregamos a caixa e dentro estava o álbum, e ela poderá colocar a mensagem dela também no álbum, e ir anotando aquelas coisas-padrão de bebês (primeira papinha, primeiro presente, primeiro dentinho etc...) e ir colocando as fotos dele em meio as mensagens...
Acho que foi legal, né?
***
Ontem estava querendo pular da ponte de novo, pois me olhei no espelho e disse para o meu marido: estou com uns 100 kgs... Ele deu risada. Mas eu queria quebrar o espelho. Sério.

Daí hoje cedo me pesei e surpresa!! Estou com 71,7kg!!! Ou seja, emagreci 6 kilos! Puxa, que ótimo! Vou seguir neste esquema, vou continuar sem me pesar e daqui a um mês quando o remédio estiver acabando, me peso de novo. Aí volto lá e peço mais uns 2 meses destas bolinhas maravilhentas!

***
No mais, mais nada.
Gostaria de comentar aqui sobre coisas que estão acontecendo no mundo, mas, sabem, me fechei numa concha que me permite viver sem surtar, me irritar, infartar ou alucinar. O ministério da minha saúde agradece. Portanto, não sei mais nada do que acontece neste mundo e não faço questão de saber... Esse mundo não é para mim... quando a nave mãe voltar, juro que xingo aquele porteiro louco que me deixou escapar e vir parar aqui, neste planeta hostil e destrambelhado...