terça-feira, outubro 28, 2008

News!!

A dieta está indo bem, estou entusiasmada e a fim de emagrecer. Dei umas escorregadas no final de semana (principalmente domingo - veja abaixo por quê), mas ontem e hoje retornei ao esquema anterior.

Preciso melhorar o café da manhã, que ainda é só uma xícara de café com leite e mais nada. Isso me dá margem para pensar mais tarde que não comi o suficiente e que portanto, posso comer só um "pouquinho" a mais (pensamento de gordo!).

Descobri que tenho alergia a canela (o pior é que eu adoro!), mas como antes eu comia uma avalanche incalculável de coisas, não conseguia perceber muita coisa. Mas a canela me dá espinhas. Que coisa.

No mais, a ginástica ficou para a semana que vem por falta de ventilador (rsrs) e por que o aparelho da professora queimou na tomada (!). Deve ter dado algum pico de energia...

Vou ter que reforçar a dança do ventre essa semana...

***

Sábado saí com as meninas do trabalho, cheguei em casa às 19h e resolvi entrar de ré na garagem. A intenção foi boa: tenho medo de não enxergar alguma criança que esteja passando na rua e causar um acidente...

Mas enfim, resolvi entrar de ré. Olhei para trás e pensei - "imagine se eu atropelar o vaso..."e BENG! não deu outra...

O vaso era de cerâmica e tinha uma palmeirinha nele. Desci para ver o estrago. Virou um milhão de cacos e o torrão de terra com a palmeira dentro permaneceu em pé (coitada, tava sem água né??). Entrei e fui procurar um outro vaso, ou balde, ou alguma coisa para pôr a planta e poder recolher os cacos. OK, achei um vaso no quintal, em cima da "casinha" do botijão de gás - um vaso velho de plástico, que eu tinha enchido de pedras brancas que sobraram de um jardim que eu desmontei. Portanto devia pesar uns 30 kilos.

OK, coloquei o vaso no chão e resolvi arrastá-lo até o fundo da casa para jogar as pedras no "jardim" que o Hector transformou num furdúncio de terra e grama. Enquanto eu arrastava o vaso, o Hector pulava na minha frente igual a um macaco. Eu mandei ele parar, mas não adianta, é falar com as paredes. O problema é que a Queen fica louca da vida quando a gente brinca com ele e ignora ela. Então ela deu umas latidas, umas reclamadas e eu respondi para ela ficar quieta. Quando eu consegui chegar ao quintal miraculosamente sem prender as patas do Hector embaixo do vaso, virei as pedras, voltei e vi. Ela fez xixi na área de serviço inteira! Em cima dos cobertorzinhos, da caminha dela mesma, em tudo! Tudo por que ela achou que eu estava brincando com ele!!

Xinguei ela de tonta e disse que agora ela iria dormir no chão gelado! (humm, será que ela entendeu?) Coloquei o vaso dentro da cozinha, joguei as cobertas para lavar, lavei a área de serviço, passei água sanitária, esfreguei e sequei com pano (que lógico que o Hector ficava arrancando do rodo!).

Entrei e olhei o vaso. Todo descascado. Teria que pintar. Coloquei na área de luz, cobri o chão com jornal, peguei a tinta, pincel etc. e pintei uma primeira mão de tinta.

Meu marido chegou em casa às 20h30 (uma hora e meia depois!) e viu o carro lá fora com a porta aberta (rsrs incrível!), o vaso moído, terra por todo lado, o carro de ré e eu sentada no chão cheio de jornal pintando um vaso!

Perguntou:
- Quanto você bebeu?

Putz, antes tivesse bebido! Acabei de pintar o vaso no outro dia, pois choveu (incrível!) e um bicho grudou as asas na tinta durante a noite... No outro dia tirei o bicho (coitado! ainda bem que sobreviveu! rsrs) e enfim pude colocar a planta no vaso novo...

Tudo isso só por que eu resolvi entrar de ré na garagem!!!

De ré nunca mais, mesmo agora que o vaso não está mais lá... é capaz de acontecer um acidente nuclear!

***
Olha que bolo lindo!! e por dentro era de chocolate com recheio de brigadeiro!


Domingo minhas amigas queridas fizeram uma festa surpresa para mim! Eu nunca tive uma festa surpresa na vida! OK, foi mais um Menage à trois (ou à sinc?), pois eram duas amigas, as filhinhas e eu. Me convidaram para conversar só nós três no domingo e eu esqueci que tinha sido meu niver, então nem me toquei...


Cheguei lá antes da hora, então depois elas se encontraram lá fora e entraram com um bolo lindo com meu nome em cima!

Aí a filhinha de uma delas falou:
- Ué, mas não tem velinha?? e bem, ela tinha esquecido de comprar as velinhas, mas trouxe a vela que o filho dela usou no último aniversário: uma vela do homem de ferro!


Well, amigas, ninguém nunca vai acreditar que comemorei meu aniversário de 33 anos com bolo cor-de-rosa e velinha do Iron Man!!! Adoreiii!!!

Olha a vela do Iron Man que fechou com chave de ouro meu aniversário de 33 anos!

sábado, outubro 25, 2008

Bala de borracha

Ouvi que após estourar o cativeiro (estou falando do caso Eloah) a Polícia (aliás, o GATE!), atirou no seqüestrador com balas de borracha. Balas de Borracha! Mesmo após ele ter atirado pela janela à esmo e disparado 3 tiros nas reféns... Mas a polícia estava certa, afinal, ele tinha ficha limpa: ameaças de morte à jovem (que era menor), naquela situação cometeu seqüestro, cárcere privado, forte ameaça à vida com arma de fogo, porte ilegal de arma de fogo, as vítimas eram menores etc... ou seja: ficha mais limpa que cabeça de virgem!

Mas o fato é: Pô, a Polícia precisava ser tão violenta assim?? Por que não jogaram bolinhas de papel e chamaram o meliante de "feio"? Caraio...

Desculpe o sarcasmo, mas se não falo nada o ódio me derruba...

sexta-feira, outubro 24, 2008

Senta que vem coisa boa!!


People, parece que definitivamente tomei vergonha na cara!!


Puxa vida, até que enfim!!


Ontem fiz ginástica localizada e já marquei para 2x por semana a partir de agora, comprei uma saia com miçangas para dança do ventre (linda!! vermelha! barulhenta! do jeito que eu queria!), hoje fui à padaria e não comprei nada que eu gosto (e olhe que tinha uma torta de banana que eu adoooro lá e que quase nunca eles têm!), saí de lá e comprei um monte de frutas, verduras, enfim comprei umas coisas bem legais e achei umas raridades tipo: aspargos verdes, shitake, caju, morangos (agora é tempo, anta!), e mais umas coisitas, mas sabe, o mais importante: NÃO QUERO MAIS COMER COISAS, QUERO EMAGRECER!

Sabem, tomei a decisão que há anos estava empurrando com a barriga!

Hoje ganhei uma caixa de brigadeiros do meu chefe. Comi um. Dei um para a moça que trabalha comigo. Esperei ele sair e distribui o resto. 1 x 0.

Ontem fiz a RA certinho. Hoje também. 2x0


Girls, vou virar gatinha!! chega de ser tiazona!


Ahhh, e vou ganhar o consórcio, vcs vão ver!!

Girls, estou visitando os blogs, mas não está dando tempo de postar, esse final de semana tento dar mais atenção para vcs, ok??

quarta-feira, outubro 22, 2008

Libra - meu signo!

Geral sobre os dias passados: Depois de dias muito cheios de bolos, docinhos e salgadinhos, cá estou eu, firme forte e determinada!! (ai dá até medo!!) afinal, fiquei mais velha: 33 anos!!! Ave Maria, estou uma véia caquética! Pior: caquética e gorda... aliás, gorda não, estou uma orca maldita!!!

Voltei no médico, peguei mais remédios e cá estou: tomando muitas bolinhas e torcendo para não cair no limbo de novo...

Magrita: estou feliz que estás aí!! girl, o que eu vejo no espelho todos os dias me dá pesadelos à noite. Eu também já pirei com medicamentos, mas sabe, enjoei. Prometi que depois que emagrecer eu páro de tomar remédios. Até por que estava ficando louca com tanta banha...

Flávia: não tome mesmo, pode prejudicar o bebê. Magrita, o mesmo para vc...

Quanto a mim, não posso engravidar mesmo, então quando for fazer tratamento de novo eu páro de tomar bolinha. Já perguntei se pode dar problema para o médico e ele disse que não: "- parou, não deixa resíduos "(assim como shampoo Johnsons)... rsrs

Portanto, estava disposta a continuar tomando até março quando eu iria tentar minha fertilização in vitro de novo, mas minhas férias estão enroladas... vamos ver. Até lá chega de doce, de massa, de molho, de gordura, enfim, deste terror que está meu espelho, minha balança, meu prato e minha vida...

Entrei em outro consórcio de emagrecer e desta vez tenho que ganhar! o outro perdi feio e quase tive que pagar multa: em vez de emagrecer, engordei!!! rsrsrs que merda!!!
Mas desta vez vai! Comprei um monte de coisas naturebas e diets: chá branco, chá verde com jasmim, quinoa (uma farinha que diz que faz bem), pão integral sem glútem, algumas fruitas, carne de soja, etc...

Hoje comi frango, frango e frango. Amanhã vou comer peixe, antes que eu enjoe...

Mas vamos lá: em minha homenagem (rsrs) vou postar aqui algumas coisas sobre o signo de Libra (não povo, não acredito em signos. Nem em duendes, políticos, OVNIs, loteria, cartas, tarô, búzios, bruxas, justiça, premonições ou livros de auto-ajuda, mas como diz aquele ditado: "no creo en brujas, pero que las hay, las hay!"... Assim vocês vão me conhecendo um pouquinho mais... rsrs:

Povo de Libra, aí vai um livro sobre o Signo:




LIBRA - 23/09 a 22/10


"EU AMO" - "EU EQUILIBRO"

Para o libriano, a coisa mais importante é o contato com as pessoas. Busca sempre um relacionamento feliz e harmonioso e para tanto, não mede esforços.Gosta de conversar e discutir amigavelmente, tendo argumentos para tudo. O relacionamento com os outros é seu forte. É o signo do equilíbrio.

O libriano é uma pessoa acessível e afável, sua gentileza salta aos olhos, é refinado e detesta ambientes bagunçados ou desarmônicos. É racional e por vezes, indeciso, leva sempre em conta o ponto de vista alheio. Ligado à beleza e também à luta, pode ser manipulador e superficial. Seu grande desejo de justiça faz com que pese demais os prós e os contras, caindo na indecisão.

Dinamismo: Grande capacidade para iniciar e estabelecer uniões e associações (ar) devido a predominante capacidade plástica e permeadora (úmido). A ação exercida sobre o mundo exterior (masculino), freqüentemente de acordo com valores estéticos e diplomáticos, neste último caso ela procura estabelecer com o mundo algum tipo de colaboração pela aceitação do contato legalizado (Saturno exaltado).Integração sensorial e afetiva na existência (Vênus) concretizada que não exclui valores racionais de discriminação, análise e comparação (Saturno).

Consequentemente isto pode dispor ao sentimento de justiça, ao refinamento lógico e estético, ao espírito de conciliação, etc. Entretanto a carência de agressividade conquistante (Marte) e de uma certa força votiva (Sol) pode levar a injustiças, a indolência, a indecisão, ao desequilíbrio, ou então à paixão (falta de Marte) e a defesa antecipada como meio de compensação (falta do Sol e de Marte).Os conflitos são da cruz cardinal e as soluções podem ser estruturadas num nível de uma compreensão de uma justa e equilibrada relação (trígono de ar).

Tarefa: "A ti Libra, dou a missão de servir, para que o homem esteja ciente de seus deveres para com os outros, para que possa aprender a cooperação, assim como a habilidade de refletir o outro lado das suas ações, Hei de levar-te aonde quer que haja discórdia e por teus esforços te concederei o dom do amor."


Síntese:

Chave: EU EQUILIBRO

Qualidade: HARMONIA

Características:

Positivas: cooperativo, persuasivo, amistoso, amante da paz, refinado, imparcial, artístico, diplomata, sociável

Negativas: inconstante, apático, intrigante, rabugento, indeciso, desanima facilmente



Versão filha-da-puta:

Você se acha equilibrado, idealista e justo. Parece sentir a necessidade de proteger os outros e lutar contra as injustiças. Na verdade, você pensa mesmo somente em si. Você é um engomadinho metido. Gosta de coisas sofisticadas e de alto nível, mas não passa de um ignorante desinformado. Nas conversas, quer falar sobre coisas de alto nível intelectual como literatura e arte, e dificilmente entra em assuntos polêmicos. Quer ser politicamente correto. Na realidade você é um grande "fazedor de média" puxa-saco baba-ovo. Isso esconde sua verdadeira cara. Dessa forma, os outros signos do zodíaco nunca saberão seu real interesse, que é f.... os outros. Afinal, você é um teimoso, ignorante e ambicioso. Profissões típicas do libriano: Advogado do diabo, Gerente de casa de tolerância, prostituta de luxo.


Vilão dos quadrinhos libriano:


Lembram do bonitão Harvey Dent do filme Batman - O cavalheiro das Trevas? Pois é, ele é do meu signo (não o bonitão, sim o personagem):

"O indeciso Duas-Caras


O Duas-Caras é o Promotor Harvey Kent. Após o assassinato de sua familía, Harvey tem ácido jogado em sua casa. Com isso, acaba ficando com um lado do rosto desfigurado, revelando seu ódio, e o outro, sua sanidade. Logo de cara pensamos no signo de Gêmeos, devido a essa divisão de personalidade. Porém, há outro signo que parece mais próprio do Promotor - o signo de Libra. O Duas-Caras é um personagem que, ao decidir se vai matar ou não, tira cara ou coroa com uma moeda. Há, neste personagem, uma dúvida tão cruel, uma divisão tão fundamental, que podemos pensar no signo de Libra. É do signo de Libra essa guerra interna que o faz ficar entre duas opções igualmente importantes, sentido-se obrigado a escolher. No caso, Harvey precisa do auxílio da moeda, já que ele não consegue optar sozinho. E quantas vezes os nativos de Libra não pedem a opinião do parceiro ou de amigos para decidir alguma coisa? E mais, advogado-promotor é profissão de Libra, o signo da Justiça. Este é o personagem de que, seguramente, Batman tem mais compaixão (acredite, compaixão também é uma característica de Escorpião). Até porque Harvey Kent era seu amigo e, principalmente, por compreender que Duas-Caras não tem realmente a possibilidade de fazer a escolha entre sua saúde ou sua insanidade, dado o trauma de ter visto sua família ser assassinada. E disso o Batman entende. "http://portodoceu.terra.com.br/artesimbolismo/batman.asp


Gostaram?? E aí, quais os seus signos e no que se parecem com você??

Mil beijos, uma semana light, sem calorias e equilibrada para você.

quinta-feira, outubro 16, 2008

Fênix - Renascer das cinzas


Darlings, hoje acordei e olhei o espelho. A pessoa que me olhou de volta era uma senhora balofa, com um quadrilzão imenso, pernas empelotadas, cara estragada, papada, manchas na cara, olhos fundos, braços roliços e enormes, enfim, um ser das trevas!!

Hoje tive certeza que algum ET levou meu corpo embora e vomitou este bagulho aqui para eu me arranjar. Até meu rosto que não era tão ruim está monstruoso!!

Tomada de susto e raiva , passei o dia todo possessa, por ter deixado isso acontecer, deixado eu chegar a esse ponto, me ignorado por tanto tempo!
Tomei vergonha, voltei a tomar os remédios, não comi os restos de um coffee break (tortinhas de maracujá, trufinhas, croissants etc.), não almocei e comi uma salada de frutas no lugar, saí para jantar e tomei uma sopa de milho com frango. Zéfini! Não comi mais nada. Senti fome. Depois de anos sem saber o que era isso! Adorei sentir fome! Me senti ótima!! Depois fui na dança do ventre e a professora (que é uma graça) viu que eu estava fodida com a minha baranguice e resolveu me animar: me emprestou uma roupa lindíssima de dança do ventre, azul céu e eu pude ver que por baixo daquela banha toda ainda existe uma mulher. E sabe que nem é tão feia assim? Portanto, fiz algumas listas na minha vida, que vou seguir sim, e olha a partir de hoje chega de me abandonar desse jeito, de me anular, de me maltratar assim!

Chega!

Aí vão as minhas prioridades, para que eu resolva até o final do ano o que mais me incomoda:

1 - CORPO:

* Emagrecer 20 kilos.

Para emagrecer 20 kilos eu preciso estabelecer submetas e trocar alguns confortos hoje por coisas que eu quero. Por exemplo: colocar calça jeans e blusa justa exigem que eu não coma mais os kitutes dos coffees breaks da minha empresa, nem coma mais chocolates. Vale a pena? Obviamente que sim!

Para que eu possa comprar vestidos tubinhos para ir trabalhar eu tenho que deixar de comer pizza, por exemplo. Portanto, fiz uma lista:

O que eu quero......................Do que eu abro mão
Ir à piscina.......................................Sobremesa com açúcar
Colocar vestidos justos...................Coffees breaks
Calça jeans.......................................Bolo recheado
Blusa justa (cotton, etc.) ...............Chocolate
Mini saia ou vestido curto.............Comer fora do horário
Viajar e tirar fotos..........................Repetir alguma comida só porque está gostosa
Colocar roupas da moda ...............Comer besteiras (salgadinhos, petit four, docinhos)
Me sentir bem com meu corpo ...Comer sem pensar

Meta 1: Emagrecer 7 kilos até o Natal (com remédios).
Peso hoje: 76.3 kg
Objetivo: quero passar o ano novo abaixo dos 70 kilos.

Meta 2: Emagrecer mais 10 kilos (sem remédios)
Chegar ao Natal de 2009 com 60 kilos

Meta 3: Emagrecer mais 5 kilos
Chegar ao Natal de 2010 com 55 kilos.

Meta 4: Manter o peso

2 - ROSTO:

Não suporto mais essas manchas de acne na cara. Não é possível. Estou com 33 anos!! Vou na melhor médica da cidade, vou fazer o tratamento não importa quanto custe, mas essa pele vai ficar sem nenhuma mancha.

Prazo: não sei, depende da médica.

3 - DENTES:

Depois que tirei o aparelho meus dentes voltaram a ser uns cacos. Preciso clareá-los, trocar as obturações escuras por brancas e encapar os dentes da frente. Não sei se dá para consertar sem aparelho, mas vou a uma dentista famosa (e carérrima) para ver o que pode ser feito. Se não tiver conserto, boto o aparelho de novo. Só preciso ter certeza de que eles não irão entortar tudo de novo depois.

Tem mais coisas que incomodam (celulite, bronzeado, pêlos etc.) mas tudo isso já será muito melhor se eu resolver os itens acima.

Posterguei o tratamento para engravidar. Já não deu certo das outras vezes, não vou ficar me matando com isso e agonizando esse limbo aqui enquanto as coisas não se resolvem por lá.
Amanhã posto o que comi, o que fiz, os médicos que fiz, os planos que terei.

Mil beijos, boa semana e uma imagem linda desta ave mitológica, que renasce das próprias cinzas e que vai se tornar meu símbolo a partir de agora:

terça-feira, outubro 14, 2008

Cachorros

Sei que já falei deles no outro blog, mas estou meio sem assunto, portanto aí vai...

Vamos falar sobre cachorros.
Tenho dois cachorros: uma vira-latinha e um labrador com chow-chow (pai labrador, louco desnorteado, do tamanho de um cavalo, que babava, mordia, lambia e balangava um rabo maior que minhas pernas! a mãe era Chow-Chow, brava, invocada, baixinha e arretada).

Ontem fiz uma limpeza geral na minha caixa de medicamentos, joguei no lixo os medicamentos vencidos, separei os que não identifiquei para doar e guardei o resto. Hoje acordamos e todos os medicamentos jogados no lixo estavam abertos, mastigados, comidos e bebidos, logicamente pelo nosso fantástico cão maluco... sei que o saldo foi um Gutalax gotas mastigado (deve ter tido diarréia o dia todo hoje! rsrs), xaropes abertos e lambidos, um negócio amarelo que estava em um vidro e que eu não tenho a menor idéia do que era foi totalmente engolido... Se ele vai morrer? Não, não acredito, afinal, esse bicho já comeu alumínio, madeira, pregos, plástico, reboco e mais um monte de coisas improváveis...

Mas vamos lá, vou contar as histórias desses dois para vocês:

Queen

Minha gorducha Queen


A Kal chegou aqui quando nos mudamos para essa casa. Achamos que a adotamos, mas foi ela que nos adotou. Foi entrando, foi ficando e no fim ficou de vez. Ela deve ter uns 8 anos hoje. Ela é cheia de expressões, chora alto como se estivesse sendo maltratada sempre que está feliz (daí a apelidamos de kuim e que acabou virando Queen), adora entrar dentro de casa e passear. Como todo vira-lata, ela é esperta, só faz o que quer e adora conforto. É só colocar um paninho limpinho no chão para ela correr deitar em cima. Caminha então, ela adora.

Queen destelhada pelo furação El Hector

Mas só enquanto está bem limpinha, depois ela abandona. Quando a trouxemos para cá ficamos com dó pois ela começou a ficar meio depressiva, então resolvemos arrumar um companheiro para ela. Mal sabíamos que estávamos cometendo o pior erro de nossas vidas! E então, arrumamos o


Hector

Casinhas depois da passagem do furação El Hector...

Fomos para o Rio visitar nossos tios e uma vizinha deles estava doando filhotes de Labrador com Chow-Chow. Tinha uma filhotinha preta de língua cor-de-rosa e um amarelinho de língua azul.

Hector e a irmãzinha dele no Rio

Ficamos com o menininho. Olha, foi o filhote mais lindo que já vi na vida. Na primeira semana ele mostrou à que veio: chorava a noite toda, fazia xixi no chão e mordia nossa mão quando tentávamos mexer com ele. Não dormi a semana toda e passei os próximos meses muito perto da histeria.

Meu iéco bebê

Em pouquíssimo tempo nossas coisas foram reduzidas a pedaços! A Queen simplesmente o odeia. Ela odeia o simples fato de ele existir, odeia quando ele come, mesmo que ela receba a mesma coisa, na mesma porção. Ela odeia que ele tenha onde dormir, por isso faz questão de fazer xixi nas caminhas ou cobertores dele, e por aí vai... Ele é um bobo-alegre e não tem a menor noção de nada. Ele morde, balança o rabo, destrói, apanha da Queen e nem liga. O esquema dele é medir forças com tudo, até provar que ele pode fazer qualquer coisa em pedaços. Quando ele era pequeno minha sogra me emprestou o livro "Marley e eu" e eu descobri que aquela pequena fera destruidora iria permanecer assim por mais 12 anos pelo menos... E eu tive que concluir que o Marley não foi o pior cão do mundo, mas que o meu Hector era bem pior que ele...

A única coisa que eu digo para ele é que a sorte dele é ser bonito, pois se não fosse... rsrs Ele já cresceu, está com um ano e meio, está um pouco menos pior, mas ainda é louco.

ohh que fofo!


Ele já destruiu 2 casinhas de madeira, 5 de plástico, comeu minha jaqueta de couro (minha jaqueta de couro!!), comeu minha porta-balcão (minha porta!!), acabou com as plantas, arrancou meu varal que estava chumbado à parede (e parte da parede junto), comeu várias blusas minhas, puxa roupas do varal, puxa o pano em que a Queen está deitada só para vê-la rolar furiosa para o chão, enfim, ele colocou nossas vidas (e nossa casa) de pernas para o ar. Mas gostamos dele. É um louco, desmiolado, mas ainda assim gostamos dele...

Nesta foto ele ficou preso na casinha por mais de 40 minutos,
pois ele empurrou a casinha, ela tombou e ele ficou preso dentro!
(e a gente jantando e achando que ele estava chorando por manha...)


Cachorro é todo energia, vitalidade, alegria. Parece que eles querem engolir a vida.
Particularmente eu prefiro gatos (vocês já devem ter percebido por aqui), mas em geral eu adoro animais! Eles são tudo de bom! São verdadeiros, são belos, são simples, são demais. Merecem muito mais do que damos hoje para eles, merecem respeito e um lugar nesse mundo, o que estão perdendo dia após dia...

Mas me contem, vcs têm cachorro? Como eles são?? Têm histórias engraçadas deles para contar??

segunda-feira, outubro 13, 2008

E a banha levou...


Pois é, depois de dias de fúria, de orgias calóricas, de revolta, desprezo, tristeza, vergonha e mais um mundo de sentimentos confusos e idiotas (afinal, não é só parar de comer??), hoje eu iria ao médico e iria pedir socorro. Iria dizer que estava desesperada, que precisava de ajuda imediatamente, que ele poderia me dar qualquer coisa, até uma porretada na cabeça. Mas aí, apareceu uma reunião e eu não pude ir à consulta...

Portanto, decidi ir à Meta Real amanhã. Como já sei como funciona, vou postar amanhã para vcs, assim vcs passam a conhecer o programa com mais detalhes.

Girls, acho que é minha última chance. Vai ser meu presente de aniversário. Semana que vem faço 33 anos e estou neste limbo, nesta situação esquisita, me afogando em banhas e me entupindo de açúcar (açúcar ainda vai ter acento em janeiro de 2009?).

Parei com os remédios. Quero tentar engravidar em dezembro e meu corpo precisa estar limpo (oxalá!). Por lo tanto, preciso dar um jeito!!


*****

Filmes - vamos aos filmes que vi essa semana (e minha crítica amadoresca à la putanesca):

Bezerra de Menezes - como disse meu marido, não tenho religião, mas sou "simpatizante" ao espiritismo. Portanto fomos. Mas olha, o único filme brasileiro que eu assiti na vida e eu gostei foi "Tropa de Elite". Tá bom, dou um desconto para "No auto da Compadecida". No resto, mêu, os cara são muito trash! Neste filme tem uns silêncios esquisitos, umas frases "do além" e uns cortes que te deixam com cara de ué o tempo todo... E tem o Caio Blat com um bigodón assombroso...

Em algum lugar do passado - não gosto de romances, mas que filme lindo! que atores lindos (Christofer Reeves e Jane Seymour), que música linda, que fotografia linda, que tudo lindo...

A Mosca - existiam bons filmes de terror e de monstros nos anos 80 (ou 90?). Depois todos os americanos viraram balões de sangue que explodem quando são prensados, explodidos, cortados em 35 pedaços, açoitados, costurados...

O Aviador - legal, muito muito. O Léo (hummm) está ótimo.

Titanic (está passando agora) - não, não gosto não... A única coisa bonita do filme é a cor do cabelo da Kate Winslet.

*****

O mundo está de pernas para o ar, é crise americana, dólar subindo, bolsa caindo, subindo, depois caindo de novo, acelerador de partículas enguiçado, novas regras gramaticais, seremos visitados por extra-terrestres amanhã (vai dizer que você não sabia?!?) e sabe, eu estou muitíssimo mais incomodada com o ponteiro da balança e o quarto do bebê ainda vazio. Por isso, se vcs encontrarem os ETs, please me postem as fotos e perguntem se eles fazem fertilização in vitro em gravidade zero, ok? ou se a Sibutramina deles é melhor que a nossa, ok?

Ah, vcs viram a reportagem desta semana da Veja sobre emagrecimento? Olha é uma das poucas que realmente vale a pena ler!!

Beijos e até amanhã!

sábado, outubro 11, 2008

Dia de fúria


Bom, vamos falar de outras coisas, pois de dieta eu enjoei. Marquei dois novos médicos: um orto e um endocrino. Depois eu falo o que eles disseram.

Sessão desabafo. Coisas que estão me deixando possessa:

-Gripe. Uma merdinha de um virus te destrói por dias. Estou com uma gripe que não passa. Algumas pessoas dizem que é por causa da dieta, mas que dieta? Até agora só fiquei doente e necas de emagrecer...

-Novas regras de Língua Portuguesa: para quê essa merda? os adolescentes saem do ensino médio sem saber ler nem escrever e aí ainda mudam as regras gramaticais no meio... não seria mais fácil tentar voltar a ensinar o povo a ler em vez de mudar o que já não se sabe mesmo???

-Eufemismos imbecis: esse país é uma piada. Agora criminoso condendado virou "reeducando". Só se estiverem reeducando o povo a tomar tiro no meio da testa sem reclamar muito;

-Apologia ao crime: por que cargas d'água tem um monte de programas nas emissoras nacionais que teimam em mostrar de forma lacrimosa e comovente a vida de vagabundos que roubam e matam só para sustentar seu próprio luxo e soberba? Desde quando esses tipos estão preocupados com as suas próprias mães ou pensam nas mães daqueles que eles matam? E outra: só louco para ter dó de marmanjo com AR15 na mão dizendo que tem que roubar "motinha" para poder comer as "mina" isso aos 10 anos de idade... vc que trabalhou a vida inteira tinha moto aos 10 anos de idade? E era para ter? então por que esses merdas usam essa desculpa para balear estudantes e trabalhadores e ainda serem defendidos pelos "direitos dos manos"?

-Perseguir a polícia: os caras fazem um firdúncio, matam policiais e quando um deles revida vira assunto nacional. Não estou falando da criança baleada pelos caras no Rio, Deus o livre, estou falando da matéria sobre a revolta do povo que quebrou a delegacia após um cara ter matado e estuprado uma criança. Por que destruir a delegacia? por que não destruir a casa do cara ou melhor ainda: o cara mesmo? Aí aparece um zé mané no escuro, de costas, de olhos fechados e voz distorcida dizendo que a polícia foi violenta com os manifestantes e no meio de gente jogando tijolos, quebrando portas de vidro e derrubando muros, saiu um policial do nada e atirou em um cara que estava deitado no chão, algemado e quieto. Tá bom, sei sim...

Ah Dalila, mas vc é a favor da justiça pelas próprias mãos? não, não sou, mas sou ainda mais contra o fato de que esse estuprador-homicida vai ficar um ou dois anos preso, fazendo sexo nos finais de semana, jogando truco durante a semana, comendo melhor do que as nossas crianças que estão na escola pública e com direito à liberdade em poucos meses, só para matar a filha de mais alguém na seqüência. Isso se não "cumprir pena" em liberdade, ou "recorrer" em liberdade e continuar matando e estuprando em liberdade...

-Odeio jornal nacional e ler jornais. Não dá mais, está todo mundo louco.

OK, vamos amenizar, pois odiar bandido eu vou odiar até morrer, e estou evitando entrar nesse assunto (apesar de me lembrar daquela música da Rita Lee: "Mexo, remexo na inquisição, pois só quem já morreu queimado sabe o que é ser carvão". Mas estou tentando, estou tentando bravamente mudar o foco que eu tenho na "inquisição"...)

-Odeio estar gorda e estar me tornando "O retrato de Dorian Gray" de mim mesma. Aquela que estou enxergando no espelho está cada dia mais parecido com o monstro que o personagem guardava no sótão...

-Odeio não mudar

-Odeio ser indisciplinada e preguiçosa.

Bom, chega de desabafo.

E vocês, o que odeiam???

terça-feira, outubro 07, 2008

Gatos




Adoro gatos! Desde pequena! Quando eu era criança eu pegava os gatinhos abandonados da rua e levava todos para casa, para desespero da minha mãe. Uma vez dei umas bifas num moleque que estava chutando um gatinho, catei o gatinho e levei para casa. A mãe do moleque foi lá em casa, buscar o gato. Falei que tinha fugido. Fiquei com ele. Ele era preto e minúsculo e meu pai colocou o nome dele de "pouca sombra". Pegou. O Pouca Sombra ficou um gatão preto lindão.
Depois tive um amarelão chamado Xinho que não miava, falava uma língua hindu enrolada, tipo: purriau, curriau, purrrunhau, curriuim, crriiau, cuiau e até um dia ele falou "trrres"... rsrs
Tive um gatão siamês musculoso chamado Ponga que derrubava os gatos dos vizinhos do muro no tapa e depois mamava no meu cobertor peludo como se fosse um bebezinho...
Tive uma gatinha linda siamesa (Natascha)que tinha tiques nervosos e que nos deu muitos filhotes lindos com o Ponga. No primeiro cio ela se apaixonou por um gatão rajado cafajeste e cachorrão (quem não se apaixonaria?) e não teve esquema: agarrou o belezão e teve um monte de filhos com ele. O tórrido romance não durou muito (ele se apaixonou pela patricinha persa da vizinha) e o Ponga trouxe a Rapunzel de volta para casa. Depois ela sossegou e se tornou uma boa e prendada dona de casa.

Tive o Nico, o meu Nicolau, meu gato lindo, que eu encontrei pequeninho com olhos azuis e rajadinho (parecia os primeiros filhotes da Natascha) com as orelhas cortadas (pela ignorância humana) e a pata esmagada por um portão automático. Mesmo assim ele era tão fofo que vinha fazer carinho na gente quando a genta passava. Eu e a Eilleen o levamos ao veterinário e peregrinamos atrás de um dono. Ninguém quis (as pessoas não gostam de gatos). Deixei ele com a minha mãe (meu marido é alérgico e eu tinha acabado de casar). Ele foi a coisa mais linda e mais cheia de amor que tivemos. Respondia cada pergunta (-oi Nico -Miau -Cadê meu Nicolai?-Miau - Cadê meu gatinho lindo?-Miau...). Onde meus pais estavam, ele estava junto. E esperava eles dormirem para sair namorar. Trouxe um monte de presentes de gato (parênteses: vc tem que enxergar sob o prisma do gato: o presente é algo muito difícil, que mostra o quanto ele trabalhou para trazer esse presente para casa): ratos, borboletas, trigos secos, sacos plásticos, pombas mortas, passarinhos e para o horror e trauma da minha mãe um dia ele trouxe uma linda lebre branca, morta. Ficaram sem se falar por dias. Mas no fim ela perdoou ele.

Não posso ter gatos em casa por causa da alergia do meu marido, senão teria pelo menos uns dois. Que animal mais carinhoso, limpo, inteligente, fofo, companheiro!!
Minha mãe tem uma outra Natascha agora: uma persa branca, linda.
Bom, aí vai um texto que a amiga-irmã Elizabeth (Mistycous) deixou no último post:

Beijos e muito purrrrrs para vcs!


ODE AO GATO
(Artur da Távola)

ichos polêmicos sem o querer, porque sábios, mas inquietantes, talvez por isso.
Nada é mais incômodo que o silencioso bastar-se dos gatos. O só pedir a quem amam. O só amar a quem os merece.
O homem quer o bicho espojado, submisso, cheio de súplica, temor, reverência, obediência. O gato não satisfaz as necessidades doentias do amor. Só as saudáveis.
Lembrei, então, de dizer, dos gatos, o que a observação de alguns anos me deu. Quem sabe, talvez, ocorra o milagre de iluminar um coração a eles fechado? Quem sabe, entendendo-os melhor, estabelece-se um grau de compreensão, uma possibilidade de luz e vida onde há ódio e temor? Quem sabe São Francisco de Assis não está por trás do Mago Merlin, soprando-me o artigo?
Já viu gato amestrado, de chapeuzinho ridículo, obedecendo às ordens de um pilantra que vive às custas dele? Não! Até o bondoso elefante veste saiote e dança a valsa no circo. O leal cachorro no fundo compreende as agruras do dono e faz a gentileza de ganhar a vida por ele. O leão e o tigre se amesquinham na jaula. Gato não. Ele só aceita uma relação de independência e afeto. E como não cede ao homem, mesmo quando dele dependente, é chamado de arrogante, egoísta, safado, espertalhão ou falso.
"Falso", porque não aceita a nossa falsidade com ele e só admite afeto com troca e respeito pela individualidade. O gato não gosta de alguém porque precisa gostar para se sentir melhor. Ele gosta pelo amor que lhe é próprio, que é dele e ele o dá se quiser.


O gato devolve ao homem a exata medida da relação que dele parte. Sábio, é espelho. O gato é zen. O gato é Tao. Ele conhece o segredo da não-ação que não é inação. Nada pede a quem não o quer.
Exigente com quem ama, mas só depois de muito certificar-se. Não pede amor, mas se lhe dá, então ele exige.
Sim, o gato não pede amor. Nem depende dele. Mas, quando o sente, é capaz de amar muito. Discretamente, porém sem derramar-se. O gato é um italiano educado na Inglaterra. Sente como um italiano mas se comporta como um lorde inglês.
Quem não se relaciona bem com o próprio inconsciente não transa o gato. Ele aparece, então, como ameaça, porque representa essa relação precária do homem com o (próprio) mistério. O gato não se relaciona com a aparência do homem. Ele vê além, por dentro e pelo avesso. Relaciona-se com a essência. Se o gesto de carinho é medroso ou substitui inaceitáveis (mas existentes) impulsos secretos de agressão, o gato sabe. E se defende do afago. A relação dele é com o que está oculto, guardado e nem nós queremos, sabemos ou podemos ver. Por isso, quando surge nele um ato de entrega, de subida no colo ou manifestação de afeto, é algo muito verdadeiro, que não pode ser desdenhado. É um gesto de confiança que honra quem o recebe, pois significa um julgamento.
O homem não sabe ver o gato, mas o gato sabe ver o homem. Se há desarmonia real ou latente, o gato sente. Se há solidão, ele sabe e atenua como pode (ele que enfrenta a própria solidão de maneira muito mais valente que nós). Se há pessoas agressivas em torno ou carregadas de maus fluidos, ele se afasta. Nada diz, não reclama. Afasta-se. Quem não o sabe "ler" pensa que "ele não está ali". Presente ou ausente, ele ensina e manifesta algo. Perto ou longe, olhando ou fingindo não ver, ele está comunicando códigos que nem sempre (ou quase nunca) sabemos traduzir.
O gato vê mais e vê dentro e além de nós. Relaciona-se com fluidos, auras, fantasmas amigos e opressores. O gato é médium, bruxo, alquimista e parapsicólogo. É uma chance de meditação permanente a nosso lado, a ensinar paciência, atenção, silêncio e mistério. O gato é um monge portátil à disposição de quem o saiba perceber.
Monge, sim, refinado, silencioso, meditativo e sábio monge, a nos devolver as perguntas medrosas esperando que encontremos o caminho na sua busca, em vez de o querer preparado, já conhecido e trilhado. O gato sempre responde com uma nova questão, remetendo-nos à pesquisa permanente do real, à busca incessante, à certeza de que cada segundo contém a possibilidade de criatividade e de novas inter-relações, infinitas, entre as coisas.
O gato é uma lição diária de afeto verdadeiro e fiel. Suas manifestações são íntimas e profundas. Exigem recolhimento, entrega, atenção. Desatentos não agradam os gatos. Bulhosos os irritam. Tudo o que precise de promoção ou explicação, quer afirmação. Vive do verdadeiro e não se ilude com aparências. Ninguém em toda natureza aprendeu a bastar-se (até na higiene) a si mesmo como o gato!
Lição de sono e de musculação, o gato nos ensina todas as posições de respiração ioga. Ensina a dormir com entrega total e diluição recuperante no Cosmos. Ensina a espreguiçar-se com a massagem mais completa em todos em todos os músculos, preparando-os para a ação imediata. Se os preparadores físicos aprendessem o aquecimento do gato, os jogadores reservas não levariam tanto tempo (quase 15 minutos) se aquecendo para entrar em campo.
O gato sai do sono para o máximo de ação, tensão e elasticidade num segundo. Conhece o desempenho preciso e milimétrico de cada parte do seu corpo, a qual ama e preserva como a um templo.

Lição de saúde sexual e sensualidade. Lição de envolvimento amoroso com dedicação integral de vários dias. Lição de organização familiar e de definição de espaço próprio e território pessoal. Lição de anatomia, equilíbrio, desempenho muscular. Lição de salto. Lição de silêncio. Lição de descanso. Lição de introversão. Lição de contato com o mistério, com o escuro, com a sombra. Lição de religiosidade sem ícones.
Lição de alimentação e requinte. Lição de bom gosto e senso de oportunidade. Lição de vida, enfim, a mais completa, diária, silenciosa, educada, sem cobranças, sem veemências, sem exigências.
O gato é uma chance de interiorização e sabedoria posta pelo mistério à disposição do homem."

segunda-feira, outubro 06, 2008

Dia x de yyyy



OK, vamos lá.

Devo ser louca. Preciso de tratamento psiquiátrico. Não, não vai adiantar, já estou tomando remédios. Preciso de uma lobotomia. Definitivamente. Não preciso de cirurgia de estômago, preciso de cirurgia de cérebro.

Estava olhando minhas fotos: eu era gordinha (60kg), mas ia à piscina, ia à praia, viajava com o meu marido... agora não, vivo encavernada em casa, cheia de roupas de véia, esquisitona, andando igual aquele homem-barata do filme MIB-Homens de Preto...

Pois é. O pior é que eu entro em casa e desisto imediatamente de todos os meus sonhos de popularidade, roupas justas ou biquinis cavados...

Ai, que coisa, desde quando eu deixei de concatenar a imagem do espelho da minha própria imagem? O que aconteceu?

Como eu disse aqui dentro de um post, se eu continuar nesse ritmo, vou ter que mudar o nome do blog de Café com Folhas para Chocolate com Lazanha...

Bom, todo dia eu venho aqui e reclamo, entonces, vamos falar de outras coisas.

Este final de semana reuni-me com as meninas que trabalharam comigo quando eu tinha 19 anos. Vou absolutamente delicioso!! Rimos muito, nos divertimos muito, relembramos muito!! Uma amiga está para ganhar o bebê e fez um vídeo lindo de nossos encontros desde aqueles tempos!! Puxa, quanta gente que nunca mais vimos, alguns já faleceram... depois fizemos uma oração para ela ter um bom parto e uma amiga perguntou se alguém naquela roda estava tentando engravidar, eu disse: eu! e todo mundo orou por mim. Foi muito lindo e emocionante! Puxa, que sábado delicioso que passamos, inesquecível! Por que será que depois que ficamos mais velhos paramos de contruir grandes amizades?? No fim ficamos com nossas amizades à distância, através das telas ou através dos fios... quanto tempo faz que não conversamos por horas sentados no portão, contamos nossas vidas e nossas angústias, depois rimos até chorar de coisas ditas sem nenhum propósito? Os últimos 5 anos foram cinzas para mim. E passaram como se houvessem passados meros 10 dias. Não sei o que aconteceu ou quais as perspectivas que eu tinha, só sei que esses 5 anos passaram. E eu não vi...

Ah, chega de deprê! Seguem mais fotos dos gatos engraçados que encontrei outro dia nas minhas passeadas pela net...

beijos e boa semana, cheia de amizade, calor humano, lágrimas de alegria e confidências!


sábado, outubro 04, 2008

Replay - Dia 1 de 7


OK, o dia 2 de 7 virou uma nhaca total! Comi um saco de pão torrado com azeite (eca, hoje só de pensar enjoa o estômago!), camafeus de cereja, alfajores de nozes, parmegiana de frango, etc.etc.etc. Um dia de compulsão total. Lógico que comi só coisas diferentes, para dar uma de "pô isso eu nunca comi, preciso experimentar..", mas que é idiotice total.

Hoje acordei pensativa de novo. Todas as vezes que eu emagreci foram vezes em que me desliguei totalmente da comida. Não posso ficar planejando o almoço ou jantar, assim como comer a cada 3 horas. Estou com um nó na cabeça. Vou tentar isso de novo, comer o que tem, em pequenas quantidades e cortar os doces e o pão branco. Ainda estou inchada. E minha mesntruação está atrasada. Não estou grávida pois não posso engravidar, mas só falta eu engravidar no único mês em mninha vida em que não posso engravidar: tomei a vacina contra rubéola!!!! af... deixa para lá...

Bom, hoje vou fazer na boa, sem neuras, e amanhã eu posto o cardápio (pois se me der um surto e eu correr na padaria de novo, já sei que o que eu comi ontem vai parecer pouco...)

Moral da história, todo dia me sinto como aquela mulher que faz aquela oração incrível:

Querido Deus: Até agora o meu dia foi bem: não fiz fofoca, não perdi a paciência, não fui gananciosa, sarcástica, rabugenta, chata e nem irônica. Não reclamei, não praguejei, não gritei, nem tive ataques de ciúmes…
Não comi chocolate… Também não fiz débitos em meu cartão de crédito e não dei cheques pré-datados.. .
Mas estou para levantar da cama a qualquer minuto… E aí sim… Vou precisar realmente da sua ajuda!!!! AMÉM!!!


Um final de semana light para todas!

quinta-feira, outubro 02, 2008

Dia n° 1 de 7



Ok, a Magrita me deu uma chamada que eu mereço: chega de xurumelas (churumelas? como se escreve?) e vamos começar de uma vez a RA!


É isso.


Esta semana fiquei com o rosto completamente tomado de espinhas, as costas, o colo etc. e estou tão inchada que minha aliança não sai mais. As espinhas são iguais às que eu tenho quando uso algum produto que me dá alergia: são na verdade bolinhas de água, inflamadas. Fiquei a semana inteira pensando o que eu estava comendo que estava me dando alergia e não conseguia descobrir. Aí, tive uma tremenda presença de espírito hoje de manhã e descobri que eram as unhas postiças!!! rsrsrs quero dizer, deve ser isso, pois o que mais pode ser? Deve ser alergia à cola das unhas! rsrsrs


Bom, arranquei tudo, me senti menos doente e resolvi fazer o teste dos 7 dias de reprogramação cerebral.


Farei 7 dias de reeducação alimentar e vou escrever aqui como está indo, e se a partir do oitavo dia se as coisas começam a ficar mais naturais.


Outra coisa que precisa entrar nesta reprogramação: exercícios físicos. Hoje fui na dança do ventre, amanhã preciso treinar os passos pelo menos por uma hora, ou caminhar por uma hora.


E vamos que vamos!


No stress, no candies, no sugar, no crazy.




Hoje, no primeiro dia, está indo tudo muito bem! O almoço foi uma picanha grelhada, arroz, legumes e melancia. Jantar: sopa de legumes e agora à noite vou tomar um café com leite com canela. Li em algum lugar que os alimentos termogênicos (pimenta, canela, gengibre, etc.) ajudam a emagrecer e conseguem aumentar o metabolismo em até 20%. Desde então, meu café com leite sempre recebe uma boa dose de canela.




No dia 15 será o final do consórcio, preciso ter emagrecido alguma coisa!!! ah, depois do choque dos 76 kilos não tive mais coragem de me pesar. Só no dia 15 vou me pesar de novo...




Beijos e até amanhã!